Mais de 40 mil pessoas impactadas em palestras sobre empatia e colaboração em todo o Brasil.

Desenvolvi uma maneira de me expressar com o pĂșblico de forma simples e espontĂąnea, mas sempre buscando a reflexĂŁo. Meu principal objetivo com Ă© inspirar pessoas e organizaçÔes atravĂ©s de um conteĂșdo leve, que faça raciocinar sobre o tema abordado e, desta forma, gerar uma transformação positiva. Em todas as palestras trago exercĂ­cios prĂĄticos que oferecem ferramentas que podem ser aplicadas no dia a dia.

Quais sĂŁo os temas de minhas palestras?

E mais...

Esta palestra estĂĄ baseada nos PrincĂ­pios de Empoderamento das Mulheres divulgado pela Organização das NaçÔes Unidas – ONU , que preconiza que empoderar mulheres em todas as atividades sociais e da economia sĂŁo garantias para o efetivo fortalecimento das economias, o impulsionamento dos negĂłcios e para o desenvolvimento sustentĂĄvel de uma nação.

Com dados consistentes e conceitos difundidos pelas maiores escolas de liderança do mundo, como a Harvard Business School, vamos apresentar a importĂąncia de estimular mulheres a se apoiarem mutuamente atravĂ©s da sororidade a incorporar em seus negĂłcios valores e prĂĄticas que visem encorajĂĄ-las  a assumirem cargos de liderança e posiçÔes de destaque. TambĂ©m quais as competĂȘncias necessĂĄrias para o desenvolvimento e fortalecimento destas caracterĂ­sticas, impactando vigorosamente nos resultados obtidos

As maiores empresas do mundo jå perceberam a importùncia de investir no desenvolvimento de líderes que se disponham a formar outros líderes, pois o retorno disso é grande. Preparar lideranças para instigar colaboradores a desafiarem-se, gerando comprometimento e engajamento é a chave para a inovação, melhoria contínua e melhores resultados.

Com dados consistentes e conceitos difundidos pelas maiores escolas de liderança do mundo, como a Harvard Business School, vamos ressaltar o papel dos líderes no fortalecimento de uma cultura de parceria, resultado e inovação. Inspirar para que sejam protagonistas no desenvolvimento de outros líderes, fortalecendo ambientes de confiança e colaboração. Serå abordado ainda como a falta de preparo emocional acaba dificultando isso. De maneira leve, dinùmica e bem humorada, serå ressaltado a importùncia dos líderes em promover uma mudança de paradigma que prepare o colaborador para assumir a postura intraempreendedora. Reconhecer formas eficazes de obter comprometimento em relação a objetivos globais.

A palestra Economia Colaborativa irå trazer importantes reflexÔes para sua equipe. Capitalismo consciente, que não visa somente o lucro, mas o propósito de impactar positivamente de alguma forma, a economia colaborativa veio para ficar.

Compartilhar, conectar e otimizar recursos tangĂ­veis e intangĂ­veis, aprendendo a estabelecer parcerias ganha ganha e trabalhar gerando impacto positivo. Essas sĂŁo as mĂĄximas desse novo momento. De acordo com a consultoria Price Waterhouse Coopers, por volta de 2025, os cinco principais setores da economia colaborativa podem representar juntos US$ 335 bilhĂ”es em faturamento. VocĂȘ pode saber mais sobre isso neste artigo da HSM: Aqui.

HĂĄ uma transição clara para um novo paradigma. Para se adaptar a este novo momento, Ă© preciso saber construir relacionamentos de confiança e parceria, baseados no ganho de todos. Estar aberto para as mudanças É preciso ter a mentalidade voltada para a criatividade e inovação.

Mas como vocĂȘ e sua equipe farĂŁo parte deste novo modelo que jĂĄ toma conta do mundo todo se nĂŁo tiverem a cultura da colaboração? A adaptação exige autoconhecimento. É preciso questionar paradigmas e modelos mentais para aprender a colaborar. Nesta palestra vamos conversar sobres estes assuntos e propor formas prĂĄticas para desenvolver o mindset dessa nova cultura.

PropĂłsito Ă© tendĂȘncia, seja vocĂȘ pessoa fĂ­sica ou jurĂ­dica. Chegamos a uma Ă©poca que ser apenas lucrativo nĂŁo Ă© suficiente. Se vocĂȘ Ă© dono de empresa, saiba que o engajamento verdadeiro sĂł acontece quando as pessoas sabem pelo que trabalham.  Se veem um sentido real no que fazem. Se geram impacto positivo ao redor atravĂ©s de suas habilidades.

E os consumidores tambĂ©m. Na hora da escolha de um produto, empresas com um propĂłsito definido e que causem impacto positivo levam vantagem. Lucram e sĂŁo mais valiosas para o mercado. VocĂȘ pode ler mais sobre isso aqui e neste outro aqui. 

A maioria de nĂłs nĂŁo aprendeu desde cedo a importĂąncia de construir negĂłcios e vidas profissionais baseada em algo que faça sentido profundo e gere impacto positivo. Às vezes, nĂŁo tivemos  tempo, nem dinheiro para poder escolher, aĂ­ acabamos tendo que nos adaptar Ă s condiçÔes impostas ao longo do caminho. SĂł que isso nĂŁo impede de voltar atrĂĄs e refletir sobre essas questĂ”es mais profundas.

Trabalhar por algo que realmente te inspire e te faça ir dormir no domingo torcendo para que chegue logo a segunda-feira. É algo que envolve auto descoberta, planejamento e coragem para fazer as perguntas certas.

No caso de empresas isso se torna bĂĄsico para continuar a existir no mercado. É preciso desenvolver e falar sobre valores Ă©ticos que façam a diferença e ajude a encontrar soluçÔes para as questĂ”es complexas do mundo. Pensar sobre questĂ”es sociais, ambientais e sobre governança serĂĄ cada vez mais exigido e crucial para sobrevivĂȘncia das organizaçÔes. Saiba mais sobre isso aqui, nesta carta de Laurence D. Fink CEO da BlackRock, a maior empresa de gestĂŁo de ativos do mundo.

Nesta palestra vamos falar sobre a importùncia do propósito para pessoas e organizaçÔes. E como ele é capaz de gerar engajamento, confiança e autoestima entre todos os envolvidos, produzindo resultados sustentåveis e duradouros.

Paradigmas são verdades que moldam o comportamento das pessoas e das organizaçÔes. Alguns paradigmas são produtivos e benéficos, trazendo resultados vantajosos e fortalecendo as equipes. Outros precisam ser questionados, pois bloqueiam a criatividade, o fluxo das novas ideias e a resolução de problemas e conflitos, jå que impedem de olhar as situaçÔes sob um novo ponto de vista.

SerĂĄ apresentada o modelo da Escada de InferĂȘncia, do professor de Comportamento Organizacional de Harvard, Chris Argyris, que atravĂ©s de uma pesquisa cientĂ­fica em 1990, que preconiza que adotamos crenças baseadas em conclusĂ”es inferidas a partir do que observamos e nem sempre comprovadas, acrescidas por experiĂȘncias passadas.

Esta palestra irĂĄ estimular o pĂșblico a novas formas de pensamento e interaçÔes organizacionais, atravĂ©s de reflexĂ”es leves, dinĂąmicas e bem humoradas.

A carĂȘncia de comunicação afeta diretamente os relacionamentos interpessoais e as interaçÔes cotidianas. O dĂ©ficit traz prejuĂ­zos incalculĂĄveis. Seja para o rendimento de uma equipe em uma organização ou mesmo na vida social e pessoal de um indivĂ­duo. Com conceitos e tĂ©cnicas da teoria da Comunicação NĂŁo Violenta desenvolvida pelo psicĂłlogo americano Marshal Rosenberg – saiba mais aqui , do conceito de InteligĂȘncia Emocional do psicĂłlogo americano Daniel Golleman e dos conceitos de vulnerabilidade e empatia da pesquisadora americana Brene Brown, vamos conversar sobre as formas e tĂ©cnicas utilizadas para ampliar esta habilidade e melhorar sua capacidade de influenciar positivamente seu entorno.

Esta palestra estĂĄ baseada nos PrincĂ­pios de Empoderamento das Mulheres divulgado pela Organização das NaçÔes Unidas – ONU – neste link , que preconiza que empoderar mulheres em todas as atividades sociais e da economia sĂŁo garantias para o efetivo fortalecimento das economias, o impulsionamento dos negĂłcios e para o desenvolvimento sustentĂĄvel de uma nação.

Com dados consistentes e conceitos difundidos pelas maiores escolas de liderança do mundo, como a Harvard Business School, vamos apresentar a importĂąncia de estimular a comunidade empresarial a incorporar em seus negĂłcios valores e prĂĄticas que visem encorajar mulheres a assumirem cargos de liderança e posiçÔes de empreendedorismo. TambĂ©m quais as competĂȘncias necessĂĄrias para o desenvolvimento e fortalecimento destas caracterĂ­sticas, impactando vigorosamente nos resultados obtidos.

  • Mobilizar na Adversidade: o desafio dos dias atuais
  • Mudança de paradigmas em tempos de adversidade
  • A Força da Colaboração no Trabalho em Equipe
  • Autoconhecimento: a EssĂȘncia da Liderança
  • Criatividade, Confiança e Autoestima para lĂ­deres e equipes
  • Desenvolvimento de CompetĂȘncias Emocionais
  • Desta vez vai! Definindo e fazendo acontecer nossos objetivos

Gostaria de levar outro tema de palestra?

Entre em contato!